Trocar o motor pelas pernas

liberosocial-trânsito

  Você certamente já ouviu falar que andar faz bem para a saúde. Porém, o que talvez você não saiba é que pode ser mais rápido. Sem falar que é menos poluente.

 

  Recentemente o jornal Folha de São Paulo publicou uma reportagem que afirma que a velocidade média dos ônibus na avenida Brigadeiro Faria Lima, por volta das 19h, é de 5 km/h, semelhante à de quem anda a pé, segundo monitoramento feito pela SPTrans (empresa que gerencia o transporte municipal de São Paulo).

 

  O interessante é que o texto diz que a reportagem esteve na via, e que o ponto mais crítico fica entre as avenidas Juscelino Kubitschek e Rebouças. Ou seja, onde há um número muito grande de empresas.

 

Clique em Curtir na Fan Box ao lado ->
Cique aqui e nos siga no Twitter

 

 

  Segundo a experiência, em um trecho de 2 km entre um ponto de ônibus antes da Juscelino e um na altura da rua Venceslau Flexa, o trajeto foi percorrido simultaneamente a pé e de ônibus, às 19h15. O resultado: o ônibus chegou ao destino apenas um minuto antes do que quem ia a pé, 25 minutos gastos pelo ônibus ante 26 do pedestre.

 

  Já no trecho entre a Juscelino e a av. Cidade Jardim, quem ia a pé ficou bem a frente devido a lentidão do trânsito no trecho. O ônibus manteve velocidade média de 4,8 km/h e o pedestre de 4,6 km/h, considerando que, no trajeto, há 22 travessias, o que fez quem ia a pé esperar para cruzar a via.

 

   Faça as contas e vá de carona!

 

  Mas o que tudo isso tem a ver com a nossa vida? Se você trabalha por ali experimente andar, além de fazer bem pra sua saúde e para o meio ambiente, você pouca alguns momentos de stress dentro do ônibus lotado.

 

  Agora, se você não trabalha na Faria Lima, nem nos arredores, experimente andar a pé em vez de ônibus. Diga ao seu chefe (a) que o Líbero Social recomenda. Ele provavelmente fará o mesmo!

 

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA