Na água somos os maiores predadores

O título até parece que nós, seres humanos somos os “maiorais”, inclusive dentro d’água, onde não é nosso habitat natural. Porém, a realidade é outra e não devemos nos orgulhar! De acordo com um estudo do Grupo de Especialistas em Tubarões da União Internacional para Conservação da Natureza (UICN), um terço dos tubarões já está em extinção.

 

A principal causa para a matança desses animais é a pesca. Infelizmente um dos animais mais temidos do planeta é indefeso para os pescadores. Diferente dos outros animais, o ser humano, neste caso um pescador utiliza ferramenta de grande porte para capturar animais fortes como os tubarões. Numa disputa justa, em que os dois oponentes utilizassem apenas a força dos músculos, certamente o tubarão seria hegemônico nos mares.

 

Apesar da fama de mau, o tubarão é essencial para o equilíbrio dos ecossistemas marinhos. Ele está no topo da cadeia alimentar dos oceanos e o declínio da população de tantas espécies poderá causar um descompasso ambiental de grandes proporções.

 

    Vá ao supermercado em pense em uma tartaruga!

 

Mas sempre vai ter um pra levantar a mão e dizer que os tubarões comem gente e coisa e tal. Essa afirmação é um tanto quanto injusta, uma vez que eles, se não ameaçados não oferecem perigo algum para humanos. Os casos de surfistas acontecem porque junto com as grandes ondas estão tubarões, e nós invadimos seu habitat, nas devidas proporções, como Napoleão invadiu os países da Europa no século XIX.

 

Do pondo de vista prático podemos começar a não freqüentar águas profundas para lazer, e muito menos consumir materiais que venham dos tubarões. Fiquem atentos!

 

Barbatanas de tubarão são utilizadas para a elaboração de sopas

Dentes de tubarão são usados em bijuterias.

Mandíbulas de tubarão viram souvenires.

Pele de tubarão transforma-se em carteiras e cintos.

Cartilagem de tubarão é matéria-prima de cápsulas para “curas milagrosas”

Óleo de fígado de tubarão vira cosméticos.

 

Saiba mais aqui.

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA