Economia Criativa – O futuro do século XXI

Como é possível ganhar dinheiro sem fazer um investimento financeiro? Acredite, isso é possível! O poder intelectual, ou seja, o nosso cérebro é uma super fonte de idéias, e são elas que podem garantir o nosso faturamento. Isso se chama Economia Criativa, a economia do século XXI.

 

Clique em Curtir na Fan Box ao lado ->
Clique aqui e nos Siga no Twitter

 

A palavra chave é talento. Talento em ter idéias e colocá-las em prática. A Economia Criativa se baseia na tese, de que a propriedade intelectual não pode ser copiada. Veja: você pode até criar um cartaz igualzinho a do seu vizinho, mas não poderá copiar uma campanha inteira, porque suas idéias estão na sua cabeça, a continuidade da campanha ninguém sabe, nem você mesmo. Por isso a Economia Criativa é tão valiosa.

 

O consultor inglês John Howkins, autor do livro The Creative Economy, foi o primeiro cara a criar o termo Economia Criativa. Ele foi um dos principais personagens do governo de Tony Blair na Inglaterra. Uma administração voltada para a valorização das idéias, o que fez com que o país retornasse a ser um local de referência cultural.

 

No Brasil, os setores mais representativos são os de moda, arquitetura e comunicação. De acordo com dados do Sebrae, a Economia Criativa no Brasil é constituída de 52 mil empresas, com 87,6% dos negócios empregando até 19 funcionários, e 70,2% com até 39 anos.

 

   Falta Criatividade! 

 

O consultor Ken Robinson, especialista em criatividade explica que há três palavras-chave: imaginação, principal fonte de criatividade; criatividade, são idéias que agregam valor; inovação, idéias provenientes da sua imaginação que são colocadas em prática.

 

A Economia Criativa trabalha em rede, procurando desafios e explorando o melhor de cada um, sendo que cada um faz porque sente prazer, porque exercita sua capacidade de criar. Finalmente podemos estar chegando perto do conceito, de que não existe mais trabalho, e sim, diversão remunerada.

 

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

comments

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA