Universidade de Michigan anuncia fim de experiências com gatos

De acordo com informações do movimento Pessoas pelo Tratamento Ético para os Animais (PETA), a Universidade de Michigan (EUA) acabará com as experiências envolvendo gatos, que são utilizados nos testes de sobrevivência de voo.

 

Mais de 100 mil pessoas, incluindo moradores de Michigan como o músico Iggy Pop e a atriz Lily Tomlin, pediram à universidade que substituísse esses testes cruéis realizados com animais vivos por simuladores, técnica já utilizada nos cursos da área de saúde da mesma instituição.

 

Um grupo de estudantes da universidade, Sociedade de Michigan pelos Direitos Animais, apoiou os esforços e, em assembleia, aprovou uma resolução pedindo que a escola acabe com os testes de laboratório. Além disso, o jornal da universidade publicou editorial em favor da substituição. Apoiadores da PETA entupiram os canais de comunicação da universidade com protestos.

 

Mas nem tudo são flores…

 

Em nota, a Universidade de Michigan disse que infelizmente, eles ainda têm planos de testes dentro do programa de sobrevivência de voo que envolve porcos. A PETA continuará com a campanha para que a escola substitua os animais por simuladores.

 

O Libero Social apóia o PETA na luta contra a exploração de animais! Portanto, não se esqueça de disseminar essa informação, para pressionar a Universidade de Michigan a abandonar os testes com qualquer animal!

 

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA