2012 será o ano internacional das cooperativas, diz ONU

A ONU definiu que 2012 será o ano internacional das cooperativas. A organização já havia anunciado que este ano seria o Ano Internacional da Energia Sustentável para Todos. Ao que parece a ONU quer aproveitar o fenômeno das redes sociais para chamar a atenção de assuntos importantes, que beneficiem a população planetária.

 

De acordo com informações da Organização Mundial, as cooperativas agrícolas são importantes mecanismos de garantia da segurança alimentar e redução da pobreza. Elas beneficiam diretamente o pequeno agricultor ao aumentar seu poder de negociação e a capacidade de compartilhar recursos.

 

Desde associações de pequeno porte até contratos milionários em escala global, as cooperativas operam em todos os setores da economia, contam com mais de 800 milhões de associados e garantem 100 milhões de empregos no mundo – 20% a mais do que as empresas multinacionais. Em 2008, as 300 maiores cooperativas do mundo movimentaram cerca de um trilhão de dólares, valor três vezes superior ao PIB (Produto Interno Bruto) argentino daquele ano, por exemplo.

 

No Brasil, as cooperativas foram responsáveis por 37,2% do PIB agrícola e de 5,4% do PIB nacional em 2009, garantindo cerca de 3,6 bilhões de dólares em exportações.

 

A ONU pretende este ano popularizar o conceito de cooperativa (empreendimentos de propriedade coletiva, formada por pessoas com atividades e interesses em comuns, com forma democrática de divisão de lucros, bem como direitos e deveres). Assim, o objetivo é aumentar a consciência pública a respeito do papel das cooperativas e sua importância para o desenvolvimento sustentável e para a realização dos Objetivos do Milênio (ODM), e incentivar governos de todo o mundo a criar políticas, leis e regulamentações que fomentem a formação, crescimento e estabilidade das cooperativas.

 

Quer participar? Saiba como clicando aqui. E não deixe de seguir a página dessa iniciativa no Facebook e no Twitter.

 

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA