Mulher é presa suspeita de matar 30 gatos e cachorros

Atualizado às 13:00 hrs

Gatos mortos dentro do saco do lixo

 

  Na noite desta última quinta-feira (12), uma mulher identificada como Dalvalina da Silva, de 42 anos, foi detida, por suspeita de matar pelo menos 33 gatos e cachorros na zona sul de São Paulo. Os animais foram encontrados dentro de sacos de lixos na calçada da rua. 

 

  Pessoas ligadas à ONGs de proteção animal chegaram a contratar detetives, há 20 dias, para investigar a denúncia da morte dos animais.

 

  Ao constatar a violência, os detetives ligaram para a polícia que ao chegar arrombaram o portão da casa. Dentro da residência, foram encontrados seringas, gaiolas e armadilhas.

 

  Em entrevista ao jornalista Cid Barboza da Rádio Capital de São Paulo a mulher presa, confirmou que sacrificou os animais: “Esses animais chegaram muito debilitados. Os que deram para salvar, eu salvei. Os que não iam sobreviver eram anestesiados para que não sofressem”, disse a mulher.

 

  Na delegacia onde o caso foi registrado foi aberto um boletim de ocorrência circunstanciado. Por enquanto, não houve indiciamento.

 

Fonte Folha  Rádio Capital

 

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA