A sujeira vem de outro lugar!

  A polêmica das sacolas plásticas ainda está dando o que falar. Uma semana após a campanha “Vamos Tirar o Planeta do Sufoco” entrar em vigor e  interromper a distribuição das embalagens plásticas nos supermercados, a Associação Paulista de Supermercados (Apas) assinou um acordo no último dia 3, com o Procon de São Paulo e o Ministério Público Estadual para que os supermercados continuem a fornecer qualquer tipo de embalagem gratuitamente por mais 60 dias.

 

  A recente campanha gerou debates entre os consumidores. Alguns acreditam que a iniciativa é um primeiro passo para ajudar o meio ambiente. Tantos outros creem que a campanha acaba prejudicando ainda mais os consumidores.

 

Clique em Curtir na Fan Box ao lado ->

Clique aqui e nos Siga no Twitter

 

Sua roupa pode ser a culpada!

  O que muitas pessoas desconhecem, é sobre um recente estudo realizado pela Revista do Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia que mostrou a existência de um certo tipo de plástico que está poluindo cada vez mais os oceanos ao redor do globo.

 

Fibras de plástico microscópicas: grande problema!

  O recente relatório alerta que: detritos microscópicos de plástico, originários da lavagem de roupas, estão se acumulando no ambiente marinho e poderiam estar entrando na cadeia alimentar da vida animal.

 

  A equipe coletou amostras de 18 praias em todo o mundo. Em todas elas foram encontrados os microplásticos. “Quando olhamos para os diferentes tipos de polímeros analisados, fomos descobrindo que acrílico, poliéster e poliamida (nylon) são as principais fontes de poluição”, declarou Mark Browne, co-autor da pesquisa.

 

  A pesquisa mostrou que plástico menor que 1 milímetro está se tornando alimento para os animais marinhos. “Uma vez que os plásticos tinham sido ingeridos, eles se transferiram para o estômago dos animais, para o  sistema de circulação e realmente acumulavam-se em suas células”.

 

poluição na praia

  Os cientistas ficaram muito surpresos com a descoberta. Em testes realizados, algumas roupas de poliéster lançaram mais de 1.900 fibras de plástico por roupa a cada lavagem. Pode não parecer muita coisa, mas se essa amostra é a partir de um único item em uma única lavagem, ela mostra como as coisas podem acumular-se.

 

  A pesquisa conclui que: “Uma grande proporção destas fibras plásticas que todos nós encontramos no meio ambiente, foram derivadas do esgoto, em consequência da lavagem de roupa.”

 

  Claro que fica impossível parar de lavar roupa. O que todos nós podemos fazer é compensar a natureza de outra forma. Como? Reciclando, reutilizando e reaproveitando tudo que for possível. Atitude bem mais fácil e prática não?

 

Fonte: ACS  BBC

 

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA