Conheça o seu próximo carro: Hiriko

A mobilidade urbana é um assunto recorrente aqui no Libero Social. As inovações tecnológicas podem fazer muito bem para a mudança no modal de transporte atual e para o meio ambiente. Pensando nisso o Massachusetts Institute of Technology (MIT) e consórcio empresarial espanhol (Basco) Hiriko-Afypaida apresentaram no mês passado o automóvel Hiriko.

 

O veículo, que na língua basca significa “urbano”, personifica com um carro para rodar nas grandes cidades e diminuir os efeitos do excesso de veículos, que é um dos maiores problemas das metrópoles.

 

O carro começou a ser desenvolvido em 2010, e possui três principais inovações: compacto, tão compacto que dobra ao meio. Isso mesmo, ele diminui de tamanho praticamente a metade; completamente eletrônico movido a energia elétrica, e sistema de compartilhamento de veículos.

 

O automóvel pesa cerca de 730 kg, com apenas 2,70 metros de comprimento e 1,70 metros de largura. Para proporcionar mais espaço no estacionamento, o carro dobra a traseira do veículo para baixo do chassi, aumentando a altura do carro e diminuindo seu comprimento, que pode chegar a aproximadamente um metro. Isto é um terço do espaço necessário para estacionar um veículo convencional.

 

 

Infelizmente só há espaço para duas pessoas, mas por se tratar do primeiro veículo com esse conceito, certamente mais modelos parecidos devem surgir. Não há portas, mas seu conceito compacto possibilita a entrada e saída levantando o vidro pára-brisa, ou seja, toda a parte frontal do veículo. O motorista abandonará o volante e dirigirá com um joystick, muito parecido com aqueles de videogame.

 

O carro possui quatro motores elétricos, um em cada roda, que giram 360 graus, de forma que nenhum espaço de estacionamento está fora de alcance. O automóvel atinge uma velocidade máxima 90 km/h, limitada eletronicamente a 50 km/h. O rendimento também é outro fator bastante interessante, ele chega a percorrer 120 quilômetros, e para carregar a bateria são necessários apenas 12 minutos.

 

O Hiriko também terá programas de compartilhamento de carros em cidades ao redor do mundo, o que permitirá a utilização não só de duas, mas de várias pessoas no veículo.

 

As primeiras unidades do carro devem chegar ao mercado europeu e norte americano já em 2013, e seu preço deve ser de aproximadamente 12.500 euros, ou seja, 28 mil reais.

 

A missão agora é do governo brasileiro, seja ele que esfera for, para que o veículo chegue ao Brasil a um custo favorável. Está aí uma boa ideia para os candidatos a prefeitos das principais cidades brasileiras.

 

Para mais detalhes acesse aqui.

 

E não deixe de assistir o vídeo (em inglês) sobre o carro

 

 

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

comments

2 COMENTÁRIOS

  1. Genial esse projeto, duro vai ser trazer pro Brasil á um preço JUSTO, né?
    E se a gente for pensar bem, num tem mais onde enfiar carro no mundo, o negócio mesmo é fazer com que os transportes coletivos tornem-se a primeira opção das pessoas ou buscar transportes alternativos… Que não façam todo mundo chegar nos lugares irritado e polua menos o ambiente!

    Ótimo blog!

    Bjão!

  2. Ericka!

    Primeiro muito obrigado!

    Com relação ao seu comentário:

    O transporte público ainda é, sem dúvidas a melhor alternativa. É possível termos meios de transporte rápidos, confortáveis, sustentáveis e preços acessíveis. A missão não é fácil, mas o problema enfrentado por todos nós no dia a dia também não, mas é necessário vontade política e engajamento social, para que tais mudanças ocorram.

    Esse novo conceito de carro é o primeiro para veículos sustentáveis. Não só pelo motor elétrico, mas pelo ajuste de tamanho e principalmente pelo compartilhamento do automóvel.

    O valor do carro não vai ser barato quando chegar ao Brasil. Até porque existem inúmeras taxas de importação e patente. Mas está na hora do Governo Brasileiro apoiar pesquisas nesse segmento e criar isenções fiscais para as fabricas que produzirem esse conceito.

    Muito obrigado e mantenha contato sempre!

DEIXE UMA RESPOSTA