Site ajuda a medir a qualidade de vida dos paulistanos

Nessa onda de interatividade e site colaborativos que a internet proporciona, esta semana foi lançado na cidade de São Paulo, o site Mapas Coletivos. A ferramenta irá mensurar a qualidade de vida dos moradores de São Paulo, de forma que o site faça um mutirão para coletar dados, mapear a cidade e gerar novos indicadores.

 

A iniciativa surgiu a partir da segunda edição do Prêmio Instituto Claro, em que Gustavo Faleiros e Juliana Mori foram um dos escolhidos entre mais de 1.380 inscritos por sua proposta de inovação no meio urbano. O site ainda conta com a parceria da Associação O Eco e a Rede Nossa São Paulo.

 

Qualquer cidadão pode criar seus próprios mapas e convidar o público a colaborar, tudo por meio da internet.  Em breve, será lançado também o aplicativo para celulares e tablets. Além do mapa geral já estão disponíveis, por exemplo, mapas de pontos de recarga de bilhete único, de hortas urbanas, de bibliotecas municipais, pontos de leitura, ciclorotas.

 

Na seção Minha SP há espaço para relatos pessoais, onde é possível postar e ler histórias sobre a relação dos paulistanos com a sua cidade. Como por exemplo, o do produtor de filmes e vídeos, Rogério Leite, que faz um relato muito interessante sobre a Rua Rocha, no Bexiga.

 

Em breve será possível ter rotas muito interessantes para os paulistanos, uma vez que o site deve cai na boca, ou melhor, nos teclados dos moradores da maior metrópole do País. Assim, todos poderão fiscalizar e ao mesmo tempo usufruir de tudo que a cidade de São Paulo pode oferecer.

 

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA