Sem gasolina, com bicicleta – faça parte dessa ideia!

Foto: vadebike.org

Hoje a cidade São Paulo amanheceu com seus motoristas mais enfurecidos que o normal. Não há comida, quer dizer, combustível para carros e motos. É que com a greve dos caminhoneiros na Marginal do Tietê, muitos postos da capital paulista estão sem combustível, ou os postos estão cobrando preços muito altos. Assim, não há como se locomover pela cidade. Espera aí, como assim?

 

Sem combustível fóssil a cidade que nunca dorme vai parar? Não! Pegue sua bicicleta e saia por aí! Hoje não é um bom dia para pegar ônibus ou metrô, porque certamente estará lotado. Porém, a bicicleta é um meio de transporte individual, independente e só precisa da sua disposição como combustível.

 

Não é aceitável que nos intimidamos com a morte da bióloga Juliana Dias. É importante que ela sirva de exemplo e bandeira, para que a bicicleta se torne de fato uma realidade em São Paulo.

 

Ontem de noite ciclistas interditaram a Avenida Paulista (próximo a Consolação) para protestaram contra as frequentes mortes no trânsito e pediram mais atenção do Poder Público, para a importância da bicicleta como meio de transporte. De acordo com um membro do Instituto Ciclo BR, Felipe Aragonez, o ato busca sensibilizar a sociedade e o Poder Público para que respeitem, cumpram o Código de Trânsito, e que os agentes fiscalizadores punam os infratores.

 

O âncora do Jornal do SBT, o jornalista Carlos Nascimento, disse ontem que o uso da bicicleta é uma causa nobre, mas o ciclistas só devem trafegar por onde o Poder Público demarca e assegura a segurança. Ora, a bicicleta é um meio de transporte como outro qualquer e deve ser tratado e respeitado como outro qualquer.

 

Diferente do que pensa o Carlos Nascimento (que admiro) as bicicletas não estão numa cruzada contra veículos maiores, só querem transitar como veículos normais. Assista o comentário dele aqui.

 

Para os amantes das bicicletas, vale apena acessar a edição de hoje do site Planeta Sustentável.

 

Aos que conseguem viver sem combustíveis fósseis: já há caminhões abastecendo os postos.

 

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA