Corram para as florestas!

O resultado da Rio+20 é algo pavoroso. Os interesses econômicos mais uma vez se mostraram superiores aos interesses da vida, do futuro do planeta. E mais uma vez, como depois de 20 anos não temos nada concreto sobre o que esperar para os próximos 20 anos, se ainda houver todo esse tempo.

Todos aqueles que acreditam que o meio ambiente deve ser resguardado deveriam fugir para as florestas e mares para se estabelecer por lá. E defender literalmente com as mãos, o pouco de esperança que o Planeta ainda tem.

A Rio+20 se tornou uma grande baboseira. Pirotecnismo de um governo marqueteiro, retrógado e incompetente, que perdeu a chance de assumir uma posição de liderança ambiental com soluções inovadoras. O conservadorismo americano, apoiado por China, Rússia, Índia e a União Européia só sacramentou a priorização de um mundo devastador, movido por gasolina e luzinhas, conhecido como alta tecnologia.

Em 1992, o apelo da menina canadense Severn Suzuki aos chefes de Estado, para que assumissem compromissos ambientais, comoveu o mundo. Em 2012, a neozelandesa Britanny Trilford foi mais clara ainda: “Vocês estão aqui para salvar suas imagens ou para nos salvar? Cumpram o que prometeram”. Os olhos atentos e impacientes dos espectadores não revelaram a preocupação que esperávamos.

Os acordos individuais para o desenvolvimento sustentável, periféricos à Rio+20, somaram mais de US$ 500 bilhões. Esses acordos, muitas vezes tomados pelo impulso de uma conferência são seriamente abalados se não há um planejamento claro sobre o uso desse recurso. Então, sinceramente, esses acordos pouco fazem efeito, claro, que as notícias positivas na imprensa dão uma falsa sensação de evolução sustentável.

Em suma, o Planeta está na mesma situação em que a Rio+20 começou. Estamos em um trem desgovernado, com 7 bilhões de tripulantes, queimando carvão, que vai cair num barranco e ninguém sobreviverá.

Leiam aqui (em inglês, língua oficial da ONU) o texto final da Rio+20, intitulado, “O futuro que queremos”, elaborado pelos nobres e incompetentes negociadores e chefes de estado. Utilize o Google Tradutor, e tire suas próprias conclusões.

Até a próxima!

 

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA