Novo conceito de captação de recursos: crowdfunding social

Projetos verdadeiramente importantes, profissionais engajados e transformação social certa. Mas porque muitos projetos sociais não saem do papel? Porque falta dinheiro, ou melhor, falta estratégia e investimento. Contudo, há algumas semanas foi lançado o Tzedaka, plataforma de crowdfunding social.

Se você não sabe o que é crowdfunding, clique aqui.

Aos curiosos, Tzedaka (a pronuncia é Zedacá) é o conceito judaico para justiça social. Os judeus acreditam que ao se fazer tzedaká (que não é só uma ajuda financeira, mas também um auxílio para que as pessoas se sintam mais íntegras) se adquire mérito, felicidade e paz espiritual. Desse ponto de vista, se entende que quem ajuda ao outro está ajudando a si mesmo.

O site Tzedaka permite que as entidades sem fins lucrativos apresentem projetos e façam a captação de recursos. Ou seja, essa plataforma é uma ponte entre patrocinadores e projetos sociais.

É importante ressaltar, que qualquer um (pessoa física ou jurídica) pode fazer uma doação, mas que ela não será deduzida de nenhum imposto. Por isso, é tão importante que as entidades realizem uma boa campanha.

“Utilizamos a força da multidão para financiar projetos. Possibilitamos que muitas pessoas, quando identificadas com o propósito de um projeto, possam juntas, e cada uma contribuindo com pequenos valores tornar um projeto realidade”, explica Ariel Tomaspolski, um dos fundadores do site.

Se a entidade não conseguir captar todo o recurso pretendido, o dinheiro volta para seus donos de origem. Outra informação é importante: o site não cobra nada para que a entidade exponha seu projeto, mas caso a campanha dê certo e o recurso necessário seja alcançado, é necessário o pagamento de 5% do valor arrecadado (o dinheiro é utilizado para custear o serviço de cartão).

Para saber de todas as regras do Tzedaka clique aqui.

Com o objetivo difundir temas como Empreendedorismo Social e Negócios Sociais, a equipe do Tzedaka está elaborando uma série de entrevistas. A primeira você confere aqui no Libero Social, com o fundador da Gastromotiva, David Hertz.

Até a próxima!

 

Comente com sua conta do Facebook

comments

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA