O que esperar para os próximos 20 anos?

 

Há exatos 20 anos, uma menina canadense de 12 anos, chamada Severn Suzuki, deixou estarrecidos 108 chefes de estado, além de jornalistas e ambientalistas do mundo inteiro, que se reuniram no Rio de Janeiro, para a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, conhecida como Eco-92. O discurso da garota se tornou uma das mais emblemáticas defesas pela sustentabilidade e igualdade.

Hoje, na mesma cidade, começa a Rio+20, que tem a pretensão de ser a referência para o futuro. O evento reunirá os líderes de várias partes do Planeta, com o objetivo de fazer um balanço do que foi feito nas últimas duas décadas e, discutir novas maneiras de recuperar os estragos que todos nós fizemos na nossa grande casa.

Paralelamente, outros eventos estarão ocorrendo, entre eles, a Cúpula dos Povos, que contará com debates, palestras e outras atividades. Os temas serão os mesmos da Conferência da ONU, mas serão promovidos por organizações da sociedade civil.

A missão é crescer, sem degradar o meio ambiente e ainda diminuir as diferenças sociais. O desafio é muito maior do que imaginamos, mas não temos outra opção. Hoje, sabemos como o mundo está depois de 20 anos da Eco-92 (nenhum avanço consolidado, em alguns casos até um retrocesso). O que esperar para os próximos 20 anos? Sabemos que o mundo será bem diferente, mas cabe a todos nós torná-lo habitável.

Assista o discurso de Severn Suzuki!

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA