O poder devastador da Black Friday

A crise econômica que paira nos Estados Unidos reflete em um país com muitos desempregados e poucos compradores. Algo que é difícil de imaginar num país que é o símbolo do consumismo. Nesse momento, a Black Friday é o respiro dos americanos, é como se eles voltassem a sentir o gostinho da compra.

Porém, assim como qualquer entorpecente essa sensação passa e a realidade fica. São dívidas que se acumulam, que geram uma dependência e o acorrentamento aos bancos, o que minimiza a sua liberdade financeira, deixando de consumir artigos e serviços de suma importância.

Sem falar num dos maiores erros da humanidade: a Obsolescência Programada. Se você não sabe o que é, clique aqui e confira. A compra exagerada de produtos, somada ao descarte excessivo de materiais cria um problema quase sem fim e isso é estimulado por ações como a Black Friday.

A ação de marketing foi importada dos Estados Unidos para o Brasil, apesar de pouco veiculada nos anos anteriores, este ano ela alcançou seu ápice. Contudo, apesar de nós não estarmos vivenciando a crise como os yankees, será que estamos preparados para consumir mais produtos?

Será que não devemos balancear o famoso custo benefício? Será que temos capacidade de pagar? Será que não estaremos praticando a Obsolescência Programada de forma involuntária?

Pense nisso!

Até a próxima!

 

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA