Seu próximo emprego pode ser na área de energia limpa

empregoverde1

A falta de chuvas nas cabeceiras dos rios, que alimentam as hidrelétricas está gerando praticamente uma crise energética. As termelétricas, além de caras são mais poluentes e defasam a indústria. Contudo, pouco se falou em energia renovável. Algo que começou agora pode ter reflexos daqui 20 anos. A busca por novas formas de energia estarão muito latentes, indústria de energias renováveis e o aumento da eficiência energética estarão em alta e isso pode promover 8 milhões de novos empregos no mundo.

O cálculo é fruto do estudo “Trabalhando para o clima: energias renováveis e a revolução dos empregos verdes” foi feito em 201o pelo Greenpeace, em parceria com o Conselho Europeu de Energias Renováveis.

De acordo com a pesquisa, no Brasil seriam criados cerca de 600 mil empregos, especialmente nos setores de biomassa e energia eólica. No mundo, só a substituição do carvão por fontes renováveis de energia pode gerar 2,7 milhões de postos de trabalho a mais.

Os cientistas do Greenpeace acreditam que as emissões de gás carbônico devem atingir seu nível máximo até 2015 e serem reduzidas drasticamente até 2050, quando devem estar próximas de zero. Para isso, os países desenvolvidos precisam assumir um compromisso de diminuição de carbono de, pelo menos, 40% até 2020, sendo que ¾ disso deveriam ser feitos internamente. Já os países em desenvolvimento devem contribuir com uma redução entre 15 e 30% até a mesma data, contando com o apoio dos países ricos. O desmatamento-zero tem que ser atingido nos próximos dez anos.

A conclusão que chegamos com tudo isso é que a sustentabilidade não é uma vilã da sociedade, mas sim, um dos caminhos para o desenvolvimento do planeta de forma ordenada e consciente, que pode até solucionar problemas sociais como o desemprego.

Até a próxima!

 

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA