Kassab: um estranho no ninho

kassab2

Ontem (20), o PT comemorou 10 anos no comando do Governo Federal. Uma verdadeira festa aconteceu no hotel do parque Anhembi, na zona norte de São Paulo. Contudo, o ex-prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab (DEM) não passou despercebido e ocupou lugar de destaque na confraternização, mas foi vaiado pela militância.

Uma fonte ligada ao PT, que paticipou da festa, bem próximo do ex-prefeito, percebeu um homem reflexivo e de olhar opaco, como se estive se perguntado “o que eu estou fazendo aqui?”. Kassab, que hoje apóia Lula, Dilma e cia, já andou de mãos dadas com líderes tucanos, mas afinal, o que Gilberto Kassab estava fazendo numa festa petista?

A resposta é simples: em busca poder. Kassab se tornou um popstar da política, mas o sucesso lhe subiu a cabeça. Depois do famoso jingle “Quem sabe sabe vota comigo federal é Kassab, estadual é Rodrigo”, que rendeu uma vaga na Câmara dos Deputados, Kassab surgiu como vice de José Serra e posteriormente prefeito de São Paulo.

Daí começaram suas aspirações problemáticas, fundou o Partido Social Democrático (PSD), apoiou José Serra (PSDB), no ano passado, mas flertou com Fernado Haddad (PT). Foi cogitado para assumir o Ministério dos Transportes, mas Dilma recuou.

Então, o ex-prefeito paulistano passou a vagar, ou melhor, voar sobre merda do poder, como uma mosca faminta. A chance é remota, mas caso Aécio Neves (PSDB) conquiste a Presidência da República, não será espanto se Kassab voltar a beijar a mãos dos tucanos.

O fato é que, infelizmente, Gilberto Kassab teve a oportunidade de fazer a diferença na Prefeitura, mas se meteu em muitas lambanças e hoje, não é mais que um parasita do governo. Quando em seu íntimo, sabe que seu lugar não é ao lado dos petistas, mas se força a bajula-los, em troca de poder.

Lamentável!

Foto: Fernando Donasci/UOL
Foto: Fernando Donasci/UOL

 

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA