Por que as mulheres não merecem posição de destaque na Igreja Católica?

Madre Tereza de Calcutá uma das mulheres mais importantes da Igreja Católica no século XX
Madre Tereza de Calcutá uma das mulheres mais importantes da Igreja Católica no século XX

Neste dia 8 de março de 2013, Dia Internacional da Mulher, em meio ao mistério da data do Conclave (cerimônia católica que elegerá o novo Papa), por que as mulheres não possuem posições hierárquicas que possibilitem, até, a escolha do novo Papa?

A Igreja Católica é uma instituição milenar, seus princípios são regidos por uma cultura de séculos atrás. Contudo, a evolução do mundo e as constantes mudanças deveriam fazer os líderes da Igreja repensarem a forma como são tratas as mulheres.

Segundo informações do Vaticano, as mulheres, na maioria, freiras – só podem atingir o posto de subsecretário em departamentos do Vaticano, cargo que é o terceiro na hierarquia, depois do presidente e secretário, até agora ocupados somente por homens ordenados. Atualmente apenas duas mulheres são subsecretárias, uma freira e uma leiga.

De acordo com membros da igreja, as mulheres não podem se tornar padres porque Jesus voluntariamente escolheu apenas homens como seus apóstolos. Será que não está na hora da própria Igreja rever essa regra?

O próximo Papa terá uma missão difícil – deverá ser um homem conciliador, que terá a difícil tarefa de aproximar as pessoas da Igreja, em meio as denúncias de corrupção e abuso sexual. Mas também deverá lembrar-se das mulheres, essa aproximação pode “abrir” Igreja. Quem sabe no próximo Conclave não teremos mulheres para escolher o seu líder máximo?

 

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA