Nova eclusa proporcionará mais de 14 km navegáveis no Rio Tietê

eclusatiete

O governo do Estado de São Paulo anunciou a construção de uma eclusa – sistema de diques que permite a navegação de embarcações em diferentes níveis de água – na barragem da Penha, zona leste, que permitirá que mais 14 km do rio Tiête sejam navegáveis. A obra ligará Santana de Parnaíba, Grande São Paulo, e São Miguel Paulista, zona leste da capital.

A obra deverá ser entregue no final do ano e as embarcações ajudarão no desassoreamento do rio. O investimento é de R$ 100 milhões, valor comparável ao custo anual do transporte do lixo por caminhões. Além disso, 90 mil carretos deixariam de fazer a viagem, diminuindo o trânsito.

Caso a obra seja entregue, será possível navegar por 58 quilomêtros do rio Tiête. O objetivo é criar o Hidroanel Metropolitano, que pretende criar 186 km de hidrovias em torno da Grande São Paulo. Porém, o uso do hidroanel para transportar resíduos sólidos será discutido apenas em 2023, quando expiram os contratos de coleta de lixo.

O Hidroanel Metropolitano pretende também recuperar as margens dos rios, interligação de redes de transporte, construção de parques e reestruturação da coleta de lixo. Na verdade, tudo isso parece um sonho possível.

Contudo, não deixa de ser um sonho. Muitas experiências já foram feitas nos dois rios que cortam São Paulo (Rio Tietê e Rio Pinheiros), mas infelizmente nenhum deles deu certo. Provavelemente nenhum dará, se não houver uma reorganização do esgoto em São Paulo, mas como obra que ninguém vê não dá voto e ficaremos sonhando e torcendo para que esse sonho se torne realidade.

 

Comente com sua conta do Facebook

comments

DEIXE UMA RESPOSTA